Como tratar a fascite plantar em casa?

Mas o que é a Fascite plantar? A fascite plantar é uma inflamação inicialmente que acomete a sola do pé, na planta do pé e especificamente no calcanhar, é causada pela sobrecarga excessiva nas estruturas de apoio.




É esse tecido que serve de amortecedor e dá sustentação ao arco plantar, a famosa "curva" na sola do pé que, ao pisar, não toca o chão e, ao mesmo tempo sustenta o peso do corpo na pisada. Como identificara fascite plantar Geralmente, quem sofre com esse problema, sente fortes dores na planta dos pés e na parte mais interna do calcanhar logo pela manhã, ao dar os primeiros passos.


Também pode ocorrer inchaço no local. Como a fáscia plantar está presente em toda a extensão do pé pode ocorrer desconforto em toda planta do pé. Um exame mais detalhado, através de imagem (ultrassom ou ressonância magnética) solicitado por um médico pode confirmar, ou descartar outros possíveis diagnósticos semelhantes como: fratura por stress, esporão do calcâneo ou até problemas com o tipo de biomecânica do pé (tipo de pisada).


Por isso fique atento aos sinais a seguir, eles são os principais sintomas da fascite plantar: Sensação de dor muito grande quando apoiamos o pé no chão ao levantar Dor em pontadas, geralmente no calcanhar, onde todos os músculos e a fáscia são conectados Dor intermitente ao longo do dia Sensibilidade ao tato e tensão na região do arco plantar Sensibilidade à pressão na almofada do calcanhar Sensibilidade do osso do calcanhar, incapacidade de apoiar o calcanhar no chão devido ao impacto Inchaço e vermelhidão


Quais as Causas da fascite plantar?


Muitas são as causas da fascite plantar e, é de extrema importância que você fique atento a elas, pois o processo inflamatório gera diferentes limitações como dificuldades para o caminhar, para a prática de atividades físicas e para o lazer em geral, impactando negativamente na qualidade de vida.


Não há dados específicos sobre o número de pessoas que sofrem com o problema mas, há cada vez mais pacientes buscando tratamento. Saiba as principais causas: Sedentarismo; Prática de atividade física sem orientação; Trauma adquirido no início de uma atividade física; Trauma adquirido por intensificação de atividade de alto impacto (sobrecarga); Encurtamento do tendão de Aquiles e da musculatura posterior da perna, que pode ocorrer devido ao uso de sapatos sem o suporte adequado para amortecer o choque do osso calcâneo; Esforço excessivo da sola do pé; Processo degenerativo pelo desgaste; Biomecânica da pisada (pisada errada); Obesidade.


Observação importante: A obesidade ou o sobrepeso já predispõe uma fascite plantar, porque as nossas estruturas anatômicas e musculares estão dimensionadas para o nosso corpo. Carregar uma carga além do que nossa estrutura está preparada favorece essa inflamação.


Como prevenir a fascite plantar?


  • Manter o peso adequado;

  • Evitar ganho de peso rápido;

  • Alongar os músculos da parte inferior do corpo antes e depois de praticar qualquer atividade física;

  • Fortalecer a musculatura dos membros inferiores e dos pés;

  • Praticar atividade física com orientação de profissional de sua confiança;

  • Aumentar lentamente o volume e intensidade de treino, e nunca de maneira muito abrupta Usar calçado adequado.


No dia a dia, prefira sapatos com saltos mais baixos, que não estejam largos nem apertados demais, nem que tenham a sola muito fina ou muito gasta. O uso de palmilhas feitas sob medida pode ser a maneira mais eficaz de ajustar e/ou corrigir as alterações biomecânicas


#fasciteplantar#fascite#fisioterapia


Canal: Fisio runner brasil