Escoliose suas causas e tratamentos

A escoliose é conhecida por coluna desviada ou coluna torta, pois ela gera um desvio lateral

que pode apresentar uma curvatura em C ou S. A escoliose é mais comum na fases de crescimento, infância e a adolescência, porém pode surgir em qualquer idade.


Neste vídeo você vai compreender melhor o que é a escoliose suas causas e tratamentos.



canal: Fisiorunner Brasil Oficial - YouTube


Diferentemente da cifose e da lordose consideradas desvios fisiológicos, normais da coluna vertebral, que só podem ser observados com a pessoa de perfil – de frente a coluna é sempre reta –, a escoliose é uma curvatura anormal da coluna para um dos lados do tronco, determinada pela rotação das vértebras.


A deformidade pode ser vista olhando a pessoa de costas. Em outras palavras: a principal característica da escoliose é a presença de uma curvatura lateral no plano tridimensional do movimento (esquerda/direita, frente/costas e ao redor do próprio eixo pela rotação de uma vértebra) o que lhe confere a aparência de um C (uma só curvatura) ou de um S (mais de uma curvatura).


A condição não decorre de maus hábitos posturais. Ao contrário. É a curva da coluna própria da escoliose que, em muitas situações, é responsável pela má postura, já que esse tipo de desvio pode provocar alterações no corpo todo. Basicamente, a escoliose pode ser classificada em estrutural ou funcional (não estrutural).


Nas estruturais, a deformidade óssea está correlacionada com um problema congênito ou adquirido, que afeta diretamente determinado segmento da coluna e, na maioria dos casos, é irreversível. Nas funcionais, a estrutura óssea permanece preservada.


As curvaturas surgem como manifestação secundária para compensar os desajustes causados por um distúrbio em outra parte do corpo, como o crescimento assimétrico das pernas, por exemplo. Em geral, as curvas funcionais são flexíveis e podem ser corrigidas com tratamento.


saiba mais: https://youtu.be/QWR3yNScdeM


#escoliose #anatomia #fisioterapia #fisiorunnerbrasil

1 visualização0 comentário